Unidades de Catanduvas, no Paraná, e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, são opções

O presidiário Genilson Lino da Silva, o “Perna”, será transferido para uma penitenciária de segurança máxima em outro estado ainda esta semana. A afirmação é do promotor Paulo Gomes, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), que, desde anteontem, solicitou à Justiça Federal a transferência do atual “inimigo no 1” da polícia baiana. Custodiado sob forte aparado policial no xadrez do Departamento de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), no Complexo dos Barris, o traficante “preso” durante a Operação Big Bang, que resultou na captura de 26 pessoas, poderá ser encaminhado para os presídios federais de Catanduvas, no Paraná, ou de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o promotor, a transferência de “Perna” é só uma questão da “burocracia da Justiça Federal”. As penitenciárias federais abrigam presos de alta periculosidade, que representam ameaça à segurança pública, comprometem o funcionamento da gestão prisional ou têm sua própria integridade comprometida. Os líderes do crime organizado estão nesta “categoria”. Nestes casos, o presídio federal tem como objetivo isolá-los de suas quadrilhas, impedindo que eles permaneçam comandando atividades criminosas de dentro das prisões. Os presídios federais são unidades de segurança máxima, com capacidade para 200 custodiados, em celas individuais.

Ainda segundo Paulo Gomes, entre os principais motivos para encaminhar “Perna” a um presídio federal destaca-se a iminência de um novo ataque ao Complexo Policial dos Barris, como o que ocorreu em 5 de maio passado, quando cerca de 15 homens invadiram a 1a Delegacia para resgatar dois comparsas ligados ao traficante. Ontem à tarde, uma ligação anônima à Delegacia de Homicídios, unidade instalada no mesmo complexo, levou a Secretaria de Segurança Pública a triplicar o efetivo. Policiais da especializada disseram que cerca de dez carros com homens fortemente armados se preparavam para atacar, no intuito de libertar “Perna”. “Se eles fizeram todo aquele estrago para libertar dois comparsas, imagine o que farão para soltar o líder deles?”, questionou um agentes, que não quis revelar o nome.

Lista - O delegado Arthur Gallas, diretor do Departamento de Crimes contra o Patrimônio (DCCP), confirmou a informação e garantiu que desde anteontem, quando a Operação Big Bang foi deflagrada, o efetivo policial do Complexo dos Barris foi reforçado. “Além dos policiais das três unidades do complexo, temos o apoio do Comando de Operações Especiais da Polícia Civil (COE), que faz a segurança interna, principalmente na cela onde ‘Perna’ está custodiado, e policiais militares das Rondas Especiais e Batalhão de Choque guarnecendo do lado de fora”, disse o delegado, que não descarta a possibilidade de a ameaça não passar de boato para desestabilizar a polícia. “Na dúvida, estamos preparados”, completou.

Questionado sobre a lista com nomes de autoridades, bandidos rivais e até jornalistas “jurados de morte”, que teria sido encontrada na cela ocupada por “Perna” na Penitenciária Lemos Brito, Artur Gallas afirmou que tudo não passou de uma confusão. Segundo ele, na cela do Corpo 4 foram localizadas duas agendas e uma caderneta contendo informações sobre a movimentação financeira da quadrilha do sentenciado. A “trapalhada” aconteceu quando algumas informações de escutas telefônicas “vazaram” na Operação Big Bang. Nas gravações a que a imprensa não teve acesso, os bandidos negociam a execução de policiais civis e militares, por valores que variavam entre R$2 mil e R$5 mil.

***

PMs baleados antes da operação

Marcelo Brandão

Momentos antes de ser deflagrada a Operação Big Bang, um policial deixou a escopeta cair acidentalmente e a arma disparou, baleando quatro PMs, entre os cerca de 500 homens que aguardavam para participar da ação. O acidente teria ocorrido porque a alça da espingarda partiu quando os policiais faziam o desjejum, por volta das 4h da madrugada de anteontem, em frente à Central de Telecomunicações da Polícia (Centel), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que um procedimento administrativo vai apurar o fato.

Os feridos foram o tenente PM Carlos Vinícius de Almeida Campos, 27 anos, que permanece hospitalizado, e o soldado PM Fábio Silva de Jesus, 35, ambos lotados no Batalhão de Choque da corporação. Já o também PM Vladimilson Matos Soares, 34, lotado na Superintendência de Inteligência da Polícia Civil, foi atingido em um dos pés e teve que ser submetido a uma cirurgia no Hospital São Rafael. Segundo informações não confirmadas, ele corre risco de ter o membro amputado. O nome do quarto ferido não foi revelado.

Cerca de 500 policiais civis e militares estavam reunidos no pátio da Centel para receber suas tarefas dentro da Operação Big Bang, quando um policial deixou a escopeta calibre 12 cair. O PM Vladimilson era o mais próximo e acabou sendo o mais atingido pelo tiro. Já seus colegas teriam sido alvejados apenas por estilhaços de bala. Todos foram socorridos para Hospital São Rafael, em Pau da Lima.

A Secretaria de Segurança Pública e a assessoria de imprensa da Polícia Militar não informaram a identidade do policial que deixou a arma cair. Informações não confirmadas pela SSP dão conta de que Vladimilson atua como motorista do superintendente de inteligência da Polícia Civil, o delegado federal Maurício Teles. Ele e o tenente PM Carlos Vinícius permanecem internados no São Rafael, mas o estado de saúde não foi informado pela assessorias de imprensa da unidade médica e da PM.

***

Traficante nega acusações

Custodiado no Complexo Policial dos Barris, Genilson Lino da Silva, o “Perna”, prestou depoimento ontem a delegados que investigam tráfico de drogas, crimes contra a vida e contra o patrimônio. Ele também se encontrou com a promotora do Ministério Público Estadual, Ana Rita Nascimento. Apesar de os depoimentos não terem sido divulgados na íntegra, sabe-se que o bandido negou todas as acusações, afirmando que conseguiu os R$280 mil, encontrados em sua cela na Penitenciária Lemos Brito, emprestando dinheiro a juros dentro da unidade, ou seja, praticando agiotagem. Quanto às armas, “Perna” teria silenciado.

O primeiro a ouvir o traficante foi o titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), Carlos Habib, devido a um inquérito regular que ele responde por ter sido flagrado na penitenciária com 1.100 gramas de maconha e uma balança de precisão, no último mês de janeiro. Sem entrar em detalhes, Habib disse que ele negou tudo, inclusive que não seria o dono da droga encontrada na cela. “Perna” também teria garantido que não tem nenhuma influência no pavilhão 4, onde estava preso.

A titular Inalda Cavalcante, da Delegacia de Homicídios, também ouviu o traficante, acusado de ser mandante de pelo menos seis assassinatos. “Perna” voltou a negar qualquer envolvimento com os crimes. Depois, foi a vez do delegado Nilton Tormes, do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCPP), interrogá-lo quanto ao seu envolvimento, de dentro da cadeia, nos assaltos ao carro-forte da empresa Preserve, em dezembro passado, e ao Banco do Brasil, em Nazaré das Farinhas, em abril último. “Perna” também negou tudo. (BW)

***

Isidoro Rodriguez assume PLB

O lugar ocupado por Luciano Patrício tem novo “dono”. Desde ontem, assumiu o cargo de diretor da Penitenciária Lemos Brito (PLB) Isidoro Orge Rodriguez, 34 anos, ex-diretor da Colônia Penal de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. Questionado como pretende fazer para combater o tráfico de drogas e a corrupção de policiais e agentes de presídio na PLB, o novo diretor informou, por meio da assessoria de comunicação da Secretaria da Justiça e Cidadania e Direitos Humanos, que está formulando um plano de ação, mas que as medidas terão que ser discutidas com a secretária da pasta, Marília Muricy.

Isidoro Rodriguez substitui Luciano Patrício de Oliveira, exonerado do cargo um dia após a deflagração da Operação Big Bang, na qual a polícia encontrou armas e dinheiro na cela de Genilson Lino da Silva, o “Perna”, considerado líder da maior organização criminosa em atividade no estado. Mas a secretária Marília Muricy negou que os dois fatos tenham relação. Ela considerou a apreensão de armamentos, dinheiro, drogas e outros objetos no interior da cela um “ilícito disciplinar gravíssimo”, e garantiu que os responsáveis serão identificados e punidos. (BW)

***

CURRÍCULO

ISIDORO Orge Rodriguez dirigiu a Colônia Penal de Simões Filho desde a inauguração, em 16 de julho de 2007. Bacharel em economia pela Ufba e em direito pela Unime, Rodriguez é pós-graduado em direito tributário pela Ufba e em direitos humanos pela Fundação do Ensino Superior do Ministério Público e Faculdade 2 de Julho. É mestrando em políticas sociais e cidadania pela Ucsal, e professor da Faculdade São Tomaz de Aquino. Também desempenhou as atividades de assessor da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do estado da Bahia, membro colaborador da Comissão de Direitos Humanos da OAB-BA, coordenador do curso de direito da Faculdade Metropolitana de Camaçari, além de atuar como professor de direitos humanos, direito penal e processual penal da Academia da Polícia litar da Bahia.

***

ERRATA - Ao contrário do que foi noticiado na edição do Correio da Bahia de anteontem, o ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos, Sérgio Ferreira, não perdeu o cargo em 2006, após denúncias de irregularidades no Complexo Penitenciário do estado, no bairro de Mata Escura. Quem foi exonerado na ocasião foi o seu subordinado, André Barreto, diretor da Penitenciária Lemos Brito. Ferreira esclareceu ter permanecido no cargo até o final do governo Paulo Souto.

---

Correio da Bahia

Bruno Wendel e Josué Silva

http://www.correiodabahia.com.br/



Reações: 
Category : | Read More...... | edit post

0 Response to "Perna' será transferido para presídio federal fora da Bahia"

Postar um comentário

Seja bem vindo!
Celestial Brightness.
Seu blog de noticias cultura e lazer

Termos de uso:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

* Quer mostrar seu blog? Use a opção "Open ID";
* Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
* Todos os comentários serão moderados;
* Não serão aceitos comentários ANÔNIMOS;
* Pedidos de parceria leia nossa Política
* Sugestões e Pedidos por favor entre em Contato

OBS: Leia antes
* Não serão aceitos comentários ANÔNIMOS deixe seu nome;
* Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

*************** Bate Papo **************************

Top30 Brasil - Vote neste site!

Top30 os melhores da Internet

Hihera.com
Central Blogs

Link-me

Pagerank 3
Medir


DICAS DE CINEMAS

Faça seu comentário

Seguidore

Categorias

Mais baixados

Parceiros de Links Filmes.Josereal.com
Dir.Josereal.com

Recent Coments

Trafego 13/02/2009