Anthony Garotinho é denunciado por formação de quadrilha
Álvaro Lins, chefe da Polícia Civil no governo Garotinho, foi preso acusado de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, formação de quadrilha armada e facilitação ao contrabando.
Redação Época


O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta quinta-feira (29) o ex-governador do Rio Anthony Garotinho e mais 15 pessoas por formação de quadrilha. O grupo, segundo o MPF, formava uma organização criminosa que usava a estrutura da Polícia Civil do Rio de Janeiro para praticar lavagem de dinheiro, facilitação de contrabando e corrupção.

Na manhã desta quinta-feira, a Polícia Federal prendeu o deputado estadual e ex-chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Álvaro Lins, também suspeito de participação no grupo. Ele é suspeito de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, formação de quadrilha armada e facilitação ao contrabando.

Durante a Operação Segurança Pública S/A, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em imóveis do ex-governador no Rio e em Campos, cidade de Garotinho, no norte do estado.
De acordo com a PF, o Tribunal Regional Federal expediu sete mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão. Um dos objetivos da operação é apreender documentos ligados à lavagem de dinheiro.

Operação
A Operação Segurança Pública S/A é uma continuidade de outra operação da PF, a Gladiador, realizada em 2006. Na época, 28 bingos cariocas foram fechados e 4.800 máquinas caça-níqueis apreendidas.

A PF também cumpre um mandado de prisão para o ex-chefe de Polícia Civil Ricardo Hallak. Os policiais também devem prender o ex-inspetor de polícia Hélio Machado da Conceição, o Helinho. Ele foi solto na semana passada, depois de permanecer quase dois anos preso por causa da Operação Gladiador.

Deputado
Álvaro Lins comandou a Polícia Civil do Rio nos governos de Garotinho e da mulher dele, Rosinha. O deputado é investigado desde 2006 por suspeita de ter dar proteção aos contraventores Rogério Andrade e Fernando Iggnácio, quando estou a guerra pelo controle de caça-níqueis no estado.

Quando fazia campanha para deputado, Lins foi acusado de usar irregularmente para fins políticos carros oficiais, armas e agentes do Estado para sua segurança. Também pairaram suspeitas de compra de votos em troca de contratação dos excedentes aprovados em concurso da Polícia Civil.

Lins foi levado para a sede da PF, no Centro do Rio. Seu advogado, Harrina Araújo, disse que o deputado permanecia tranqüilo pois tinha certeza de sua inocência. O advogado não deu detalhes sobre o mandado de prisão contra seu cliente. Informou apenas que a polícia apreendeu documentos e um celular na casa do deputado, em Copacabana.



Reações: 
Category : | Read More...... | edit post

1 Response to "Anthony Garotinho é denunciado por formação de quadrilha"

  1. Rosa Said,

    acho que ele deveria vigia mais como ele se diz crente e esta nesse escandalo.

    Rosa

     

Postar um comentário

Seja bem vindo!
Celestial Brightness.
Seu blog de noticias cultura e lazer

Termos de uso:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

* Quer mostrar seu blog? Use a opção "Open ID";
* Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
* Todos os comentários serão moderados;
* Não serão aceitos comentários ANÔNIMOS;
* Pedidos de parceria leia nossa Política
* Sugestões e Pedidos por favor entre em Contato

OBS: Leia antes
* Não serão aceitos comentários ANÔNIMOS deixe seu nome;
* Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

*************** Bate Papo **************************

Top30 Brasil - Vote neste site!

Top30 os melhores da Internet

Hihera.com
Central Blogs

Link-me

Pagerank 3
Medir


DICAS DE CINEMAS

Faça seu comentário

Seguidore

Categorias

Mais baixados

Parceiros de Links Filmes.Josereal.com
Dir.Josereal.com

Recent Coments

Trafego 13/02/2009